Como calcular FGTS

Aprenda como calcular FGTS, onde consultar o saldo e quem tem direito.

Para saber o valor mensal que é depositado e qual o saldo final do seu fundo, basta utilizar a calculadora FGTS abaixo.

Calculadora FGTS

R$
x
Cálculo efetudo!
Recalcular

Resultado

Dados de entrada
Salário bruto-
Meses trabalhados-
EventoReferênciaValor
Mensal8,00%-
Saldo final--

Para que serve o FGTS

A criação do FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) foi/é uma forma de proteção aos trabalhadores demitidos sem justa causa.

Ao ser contratado o novo funcionário terá uma conta aberta, pelo seu empregador, na CAIXA.

Essa conta será vinculada ao seu novo contrato de trabalho.

O empregador irá depositar todo mês um valor referente a 8% do salário do funcionário.

O dinheiro depositado no fundo servirá como uma poupança, com isso ao ser demitido o trabalhador terá uma renda.

O saldo do fundo também poderá ser utilizado para financiar programas de habitação popular.

Vale salientar que o deposito do FGTS é uma obrigação do empregador.

O depósito por parte do empregador deverá ser feito até o 7º dia útil do mês.

Não será descontado do salário do empregado nenhum valor, exceto no caso de trabalhador doméstico de acordo com a lei.

Cálculo FGTS (Legislação)

A distribuição da rentabilidade das contas vinculadas do trabalhador foi instituída de acordo com a Lei nº 13.446, de 25/05/2017.

Segundo a lei, por exemplo, caso o FGTS tenha lucro ao final do ano, 50% deverá ser dividido entre os trabalhadores que possuam contas vinculadas.

O crédito nas contas de 2018 terá que ser proporcional ao saldo do fundo até dia 31 de dezembro de 2017.

Direito ao fundo

Como sabemos, nem todos os empregados têm direito ao fundo.

Por isso, iremos relacionar os requisitos para se ter direito ao benefício. São eles:

  • Trabalhador contratado dentro das formalidades da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas);

  • Atletas profissionais;

  • Trabalhadores safreiros (empregados que trabalham apenas no tempo de colheita), avulsos, rurais e temporários.

Poderão ser inclusos no sistema, a critério do empregador, diretores não empregados e os trabalhadores domésticos.

Não tem direito ao FGTS

Como citado anteriormente nem todos os trabalhadores possuem direito de participar do fundo.

Veja abaixo os trabalhadores que não são contemplados:

  • Trabalhadores que realizam serviços de forma provisória e transitória. São os chamados empregados eventuais;

  • Trabalhadores autônomos;

  • Servidores públicos civis e militares.

Em quais casos o trabalhador deve sacar

Regras para sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS):

  • No caso de falência da empresa;

  • Trabalhador demitido sem justa causa;

  • Para ser utilizado em programas de financiamento imobiliário;

  • Rescisão amigável entre empregado e empregado;

  • Falecimento do trabalhador;

  • Em situação de consórcio de imóveis, servindo para amortizar o saldo devedor.

  • Contrato com que possua data de encerramento.

  • Doenças graves ou terminais na família, como câncer e AIDS.

  • Quando o trabalhador aposenta-se ou atingir 70 anos.